ORIENTAÇÃO TÉCNICA PARA O LOUVOR

ORGANIZAÇÃO


Passei um longo tempo liderando um grupo de músicos e no início sofri bastante com relação a organização do grupo. Depois de muitas decisões precipitadas e acertadas, fui pegando o jeito da coisa. Declaro aqui que os acertos foram quando procurei um contato mais íntimo com Deus, e os atropelos foi quando tentei tomar decisões as quais eu achava que serviria para o grupo.

Existem muitos pontos importantes que podemos ver em um ministério de música, mas aqui quero relatar alguns;

Alguns do grupo:

*Estudam
*Moram em bairros diferentes
*Alguns tem carro
*Outros vão de bicicleta
*Outros de ônibus
*Outros andando...

Enfim, esses pontos e outros mais, estou colocando só alguns pontos, posso dizer que esses são de logística, isso sem contar os assuntos pessoais que atrapalham o departamento de música, ponto esse que quero tratar em outro texto. Mas queridos é importante saber que o nosso Deus é organizado.
Pois Deus não é Deus de desordem, mas de paz. 1 Coríntios 14:33
É muito importante que o líder do ministério tenha um coração voltado para Deus, assim as coisas vão andar bem, pois confesso a vocês amados, quando procuramos fazer as coisas da maneira que achamos que deve ser, tudo desanda e o louvor não passa do teto. Falo isso por experiência própria, de um líder que muitas vezes tomou decisões precipitadas e sem a direção do Dono da Obra JESUS CRISTO. Tudo o que formos fazer que seja para gloria de Deus Pai. Voltando a questão de que Deus é organizado;

"Qual de vocês, se quiser construir uma torre, primeiro não se assenta e calcula o preço, para ver se tem dinheiro suficiente para completá-la? Pois, se lançar o alicerce e não for capaz de terminá-la, todos os que a virem rirão dele, dizendo: 'Este homem começou a construir e não foi capaz de terminar”. Lucas 14:28-30

·         Líder; procure ver as dificuldades que cada um tem, todos tem um ponto de equilíbrio e desiquilíbrio, cabe a você trazer uma harmonia ao ministério.

“Eles ministraram o louvor diante do tabernáculo, da Tenda do Encontro, até quando Salomão construiu o templo do Senhor em Jerusalém. Eles exerciam suas funções de acordo com as normas estabelecidas”. 1 Crônicas 6:32

·         Líder; delegue funções, você sozinho não dar conta da situação, lembrando que você cuida de um ministério profético e espiritual da casa do REI, então delegue tarefas a pessoas espirituais.

Existem grupos que são uma verdadeira bagunça, isso no horário de ensaio, nas músicas que se cantam, na hora de ministrar falam muitas bobeiras, fazem tudo de última hora e já imaginem como é o período de louvor nessa igreja!
Existem formulas para uma organização do ministério de música de sua igreja, vou falar a primeira e em letras grandes. “O MINISTÉRIO PRECISA TER DEUS NO CENTRO”
·         Um plano de estudo bíblico para o louvor.
·         Consagração para todos do ministério, tanto pessoal, como um horário de culto para o ministério na igreja.
·         Um repertório de músicas que ministrem Cristo a igreja.
·         Regras para horários de ensaios.
·         Os ensaios precisam ser planejados, uma semana só para a harmonia, outra só para o vocal, etc.
·         As pessoas que não tem tempo para o ministério, precisam ser afastados do grupo até que esse (a) possa dedicar tempo ao ministério e a obra do REI.
·         Ministério Cine. Pode ser um período de comunhão com os membros do grupo, filmes, churrasco...
·         Planejar um musical, e que esse musical tenha um tema, exemplo: Santidade. Neste musical sejam cantadas músicas que falem da santidade de Deus e de como devemos buscar uma vida santa, junto com as músicas, nos intervalos uma pequena ministração que, encerrando-se a ministração canta-se uma música, finalizando uma música entra na ministração...
Vejam que são pequenas coisas que podemos fazer no ministério e que fazem muita diferença. Lembrando que tudo isso tem que está na direção de Deus, lembrem-se que ELE é organizado.


Mas tudo deve ser feito com decência e ordem. 1 Coríntios 14:40

·         Líder; se você for desorganizado, o ministério será um reflexo de sua desorganização.

Observe a formiga, preguiçoso, reflita nos caminhos dela e seja sábio! Ela não tem nem chefe, nem supervisor, nem governante, e ainda assim armazena as suas provisões no verão e na época da colheita ajunta o seu alimento. Provérbios 6:6-8

Deus é perfeito em tudo o que faz.
Portanto, sejam perfeitos como perfeito é o Pai celestial de vocês. Mateus 5:48

Estou fazendo parte em um ministério que é bem complicado a situação com relação a tempo, pois todos moram um pouco distante da igreja, mas eu digo uma coisa para vocês amados, tenho visto o comprometimento de todos, em chegar na hora certa, em dar satisfação quando não podem ir, quando um não pode outro substitui e é tudo para a honra e gloria de Deus Pai. Isso vejo acontecer tanto na equipe de música, como na equipe de som, o carinho e o comprometimento com a obra do Senhor. Claro que temos erros porque somos falhos, mas sempre procuramos ajustar em meio as dificuldades que passamos.
Queridos, que Deus esteja dando a você que está lendo este texto estratégias, discernimento espiritual, e vida com ELE. E que todos os projetos e planos sejam apresentados a Deus. Para a vossa meditação deixo o livro de Esdras e Neemias para você ler. São dois livros maravilhosos, que falam da reconstrução da cidade dos muros e da vida espiritual do povo de Israel. Que Deus seja o centro em tudo.

Josias Sillva

Javé Nissí
Salmos 26.8
O Lugar da Glória do Senhor

Meditando na Palavra do Senhor, me deparei com este texto do salmista Davi. Neste texto ele está fazendo uma oração de suplicas ao Senhor. Um momento de confiança em Deus. Aqui podemos ver claramente a oração de um pecador certo de que foi perdoado, a confiança em Deus. Alguns versículos me chamaram mais a atenção. Amados por isso que a Bíblia declara que Davi foi um homem segundo o coração de Deus (Atos 13.22). Um homem do modelo que Deus deseja.

O v4 – Ele diz que não anda em companhia de gente falsa e que não vive com pessoas dissimuladas.
O v5 – Ele diz que não se junta com os perversos e não anda com os maus.
O v10 – Aquele que vive fazendo o mal e que está sempre pronto para receber um suborno.

            Me veio tantas coisas na mente com relação ao que estamos vivendo nos últimos tempos, grupos, cantores, muitos que se dizem evangélicos se associando com pessoas desse tipo, usando da casa do Senhor como um local para se promoverem, e muitos se dizem usados por Deus, e por vivermos em um momento que as pessoas não mais buscam a Verdade de Cristo Jesus, são induzidas ao erro, por tais artistas. É muito sério estas coisas que estão acontecendo na casa do REI JESUS.

O que acho magnifico é a consciência que Davi tem do Deus a qual ele serve, o Deus a qual ele adora. O v1 e 2, mostra toda a sua confiança no julgamento de Deus, pois ele mesmo sendo pecador, sabia que Deus é misericordioso em seu julgamento. Como seria diferente os louvores do século XXI se todos os que se dizem ser de Deus, usassem dessa confiança em Deus. Se todos fossem guiados pelo amor de Deus, e andassem na verdade de Cristo Jesus, pois é ELA que nos orienta. V3.

O v6 declara, olha Deus, eu lavo minhas mãos para te mostrar que estou inocente, e ando em volta do teu altar junto com os que te adoram. Amados de Jesus, quantas vezes nos aproximamos de Deus com essa certeza de estar limpo? Com uma certeza tão sincera de saber que tudo o que for apresentado a Deus, ELE aceitará? Davi já em plena confiança solta um cântico de gratidão, v7 pelas obras maravilhosas que Deus já havia feito em sua vida, (Fé), certeza de que Deus responderia a sua suplica.

*O que me chamou mais atenção foi este versículo 8*
Existe uma consciência impressionante aqui de Davi, algo que precisamos entender e colocar em prática na nossa vida de adoração. Palavras de Davi “Amo estar na casa aonde vives, o lugar aonde está presente a tua Gloria”. Ele poderia estar declarando e admirando a arca da aliança quando estava fazendo esta oração, pois ela simbolizava a presença de Deus no meio de seu povo. Veja que ele diz “SUA CASA” e mais adiante diz; “LUGAR AONDE TUA GLORIA ASSISTE, OU SEJA, ESTA PRESENTE”. Quem tem essa consciência da casa do PAI, não a usa para o seu próprio interesse, para fazer da casa do REI um local de fonte de renda. Muitos estão fazendo fortunas, fama, na casa do PAI, do REI da GLÓRIA. V9. Davi e sua sinceridade, não me destrua junto com os que não querem saber de TI.
V10 – Aqueles que vivem fazendo o mal e que estão sempre prontos a receber um suborno. Tantas coisas tem acontecido no meio do povo de Deus, tantos escândalos tem surgido e com isso o nome de Jesus tem sido blasfemado. Mas Davi deixa bem claro nos vs. 11,12 Eu, porém faço o que é certo. Tem compaixão de mim e salva-me. Estou livre de todos os perigos; nas reuniões de adoração, eu louvarei ao Deus, o Senhor.

Acredito que ele poderia estar sabendo de algo que existia no meio da congregação, muitos que estavam ali poderiam estar usando de má fé, avarentos, mentirosos, caluniadores, hipócritas... temos vivido momentos de muita ganancia dentro das igrejas, muitos em busca de fama e prestígios. Mas em nome de Jesus Cristo, meu Senhor e Rei, eu estou livre de todos os perigos, nas reuniões de adoração que não te agradam. Quero estar na tua presença entendendo que a tua casa é casa de oração. Mt. 21. 13 e lhes disse: "Está escrito: ‘A minha casa será chamada casa de oração’; mas vocês estão fazendo dela um ‘covil de ladrões’". 1Rs 8:29; Is 56:7; Jr 7:11; Lc 19:46; [Mc 11:17];

Que o Espirito Santo de Deus nos conduza sempre nesta Verdade Revelada e que venhamos sempre ter esta consciência de que a casa do REI é um local de adoração, e Deus ele procura esses adoradores assim como encontrou em Davi.

Sl 89:20-21 (20) Encontrei o meu servo Davi; ungi-o com o meu óleo sagrado. (21) A minha mão o susterá, e o meu braço o fará forte.






Josias Sillva

Javé Nissi
E há diversidade de dons, mas o Espírito.
E há Diversidade de ministérios, mas o Senhor.
E há diversidade de Operações, mas o mesmo Deus.

Os dons Espirituais


1 Co. 12. 1-11

1 Irmãos, quanto aos dons espirituais, não quero que vocês sejam ignorantes. 2 Vocês sabem que, quando eram pagãos, de uma forma ou de outra eram fortemente atraídos e levados para os ídolos mudos. 3 Por isso, eu lhes afirmo que ninguém que fala pelo Espírito de Deus diz: "Jesus seja amaldiçoado"; e ninguém pode dizer: "Jesus é Senhor", a não ser pelo Espírito Santo. Mc 9:39; Jo 13:13; 1Co 8:6; [Fp 2:11]; 4 Há diferentes tipos de dons, mas o Espírito é o mesmo. Rm 12:6; 1Pe 4:10; [Rm 12:5]; 5 Há diferentes tipos de ministérios, mas o Senhor é o mesmo. 6 Há diferentes formas de atuação, mas é o mesmo Deus quem efetua tudo em todos. 7 A cada um, porém, é dada a manifestação do Espírito, visando ao bem comum. 8 Pelo Espírito, a um é dada a palavra de sabedoria; a outro, a palavra de conhecimento, pelo mesmo Espírito; 9 a outro, fé, pelo mesmo Espírito; a outro, dons de cura, pelo único Espírito; 10 a outro, poder para operar milagres; a outro, profecia; a outro, discernimento de espíritos; a outro, variedade de línguas; e ainda a outro, interpretação de línguas. [Rm 12:7]; 11 Todas essas coisas, porém, são realizadas pelo mesmo e único Espírito, e ele as distribui individualmente, a cada um, conforme quer. Rm 12:3; Rm 12:6; Ef 4:7; 1Co 7:7; 2Co 10:13;

V1. Não sejais ignorantes
V2. Éramos desviados de várias maneiras
V3. Compreendam que ninguém fala pelo Espírito e diz; “Jesus seja maldito”. Também ninguém pode dizer Jesus é o Senhor, a não ser que seja guiado pelo Espírito de Deus.

Confesso que fiz muitas leituras deste texto, e em muitas vezes fiquei com dúvidas sobre o que esse texto queria dizer. Mas numa tarde meditando nele o Espírito de Deus abriu o meu entendimento sobre este ponto tão importante de sua Palavra. Entendendo percebi o quando é imprescindível ministrarmos sobre este tema, dons espirituais e culto.
Sempre tenho digitado vários textos sobre esse tema, e nunca me canso de estudar sobre o assunto, porque sei o quanto é importante para minha vida espiritual. Não é fácil vivermos em um mundo tão globalizado, aonde as informações chegam a todo instante nas mídias eletrônicas. Percebemos o tanto de igrejas que tem surgido pelo mundo, muitas com ensinamentos de demônios. Que Deus nos ajude a não cairmos nessa armadilha de satanás, queremos sim falar do amor de Cristo Jesus.

Amados de Jesus, voltando ao texto, percebemos a ação da Trindade no meio da igreja, a ação do Pai, do Filho e do Espírito Santo na distribuição dos dons espirituais, e esse é um tema que desapareceu dos púlpitos das igrejas, pastores, líderes que não se preocupam em ensinar a Verdade Revelada. Vivemos numa época aonde as pessoas estão em busca do mais rápido, (da benção chamada “fast food” comida rápida, aquilo que não se há tempo para esperar, preciso com urgência, e não quero nem saber como estar sendo preparado, o que importa é que seja rápido). E com isso igrejas com membros e congregados obesos espiritualmente. Resolvi novamente falar sobre este tema porque em muitos casos percebemos uma forma forçada do “preletor ou ministro de música” diante de uma congregação, procurando animar a plateia, tentando atingir o emocional das pessoas. Quando essas são atingidas no emocional, aí vem o choro, só que esquecemos que existem vários tipos de choro, “lamento, culpa, remorso, alegria, medo”... muitos apelam para a aeróbica, gritaria e etc. terminando o “culto evento” todos vão aliviados para suas casas, porque o alimento saiu rápido e saem para mais uma semana sem compromissos com Deus. Esperando que, na próxima semana esse alimento se repita e alivie mais uma vez fome da plateia.

Mas o que esse texto nos revela é a organização que a Trindade tem num culto espiritual, percebemos o trabalhar do Espirito agindo no corpo da igreja, ativando os dons espirituais, profecia, línguas... O Senhor trabalhando em cada ministério Palavra, louvor, exortação... E Deus atuando em todos, derramando o seu poder sobre a igreja e com isso todos são edificados e constrangidos a viver uma vida de adoração e comunhão.

Essa é uma verdade que todos precisamos entender, não é por nossas palavras, força, malabarismos que o culto será espiritual, mas pelo contrário, precisamos ser guiados pelo Espírito de Deus. A Trindade é que opera no corpo da igreja e todos somos atraídos para uma atmosfera de adoração. Ou seja, Não a nós, SENHOR, não a nós, mas ao teu nome dá glória, por amor da tua benignidade e da tua verdade. Sl. 115.1

            Existe uma organização celestial para alimentar a minha vida em um culto de adoração a Deus, mas se essa organização não acontecer de minha parte, como serei abençoado? Ou como a adoração que decidi oferecer, será aceita por uma Trindade organizada, se o que eu ofereço esta bagunçado. Esta de uma forma que eu organizei e decidi oferecer. O texto diz no v3b e ninguém pode dizer: "Jesus é Senhor", a não ser pelo Espírito Santo. A Palavra diz que Deus é espirito e que seus adoradores devem o adorar em espírito e em verdade. Jo. 4. 24. Toda adoração tem que estar ligada pelo Espírito Santo e de acordo com a Palavra, “Cristo Jesus”. Pois ele é a Verdade. E conhecerão a verdade, e a verdade os libertará". Jo. 8.32.


            Meus irmãos que os nossos dons e talentos sejam guiados por essa Trindade tão organizada, sendo assim a nossa adoração edificara não só a nossa igreja, mas todos aqueles que nos ouvirem, porque o Espírito testificará em seus corações e eles reconhecerão que Cristo Jesus está em nosso meio. 1Co 14:24-25 (24) Mas se entrar algum descrente ou não instruído quando todos estiverem profetizando, ele por todos será convencido de que é pecador e por todos será julgado, (25) e os segredos do seu coração serão expostos. Assim, ele se prostrará, rosto em terra, e adorará a Deus, exclamando: "Deus realmente está entre vocês! " NTLH
Qual o significado do louvor cristão?

O significado da palavra grega do Novo Testamento na maioria das vezes traduzida como "adoração" (proskuneo) é "prostrar-se diante" ou "curvar-se diante". A adoração é uma atitude do espírito. Já que é uma ação interna e individual, os cristãos adoram o tempo todo, sete dias por semana. Quando os cristãos se reúnem formalmente em adoração, a ênfase ainda deve estar em individualmente adorar o Senhor. Mesmo como parte de uma congregação, cada participante precisa estar ciente de que está adorando a Deus numa base individual. A natureza do louvor cristão é de dentro para fora e tem duas qualidades igualmente importantes.
Devemos adorar "em espírito e em verdade" (João 4:23-24). Adorar no espírito não tem nada a ver com a nossa postura física, mas com o nosso ser mais profundo e exige várias coisas. Primeiro, devemos nascer de novo. Sem o Espírito Santo residindo em nós, não podemos responder a Deus em adoração porque não o conhecemos. "Assim também ninguém sabe as coisas de Deus, senão o Espírito de Deus" (1 Coríntios 2:11 b). O Espírito Santo dentro de nós é quem energiza a adoração porque Ele está, em essência, glorificando a Si mesmo, e toda a adoração verdadeira glorifica a Deus. Em segundo lugar, adorar em espírito requer uma mente centrada em Deus e renovada pela verdade. Paulo nos exorta a "apresentar os vossos corpos como um sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional.
E não vos conformeis a este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente" (Romanos 12:1b, 2b). Só quando nossas mentes são transformadas de estarem focalizadas nas coisas do mundo para estarem focalizadas em Deus é que podemos adorar em espírito. Distrações de vários tipos podem inundar as nossas mentes à medida que tentamos louvar e glorificar a Deus, impedindo a nossa verdadeira adoração. Em terceiro lugar, só podemos adorar em espírito quando temos um coração puro, aberto e arrependido. Quando o coração do rei Davi se encheu de culpa pelo seu pecado com Bate-Seba (2 Samuel 11), ele achou impossível adorar. Ele se sentia como se Deus estivesse longe dele, e "bramiu durante o o dia todo", sentindo a mão pesada de Deus sobre ele (Salmo 32:3, 4). Entretanto, ao confessar o seu pecado, a comunhão com Deus foi restaurada e adoração e louvor jorraram do seu ser. Ele entendeu que "O sacrifício aceitável a Deus é o espírito quebrantado; ao coração quebrantado e contrito" (Salmo 51:17).
Louvor e adoração a Deus não podem vir de corações cheios de pecado ainda não confessados. A segunda qualidade da verdadeira adoração é que seja feita "em verdade". Toda adoração é uma resposta à verdade, e o que poderia ser um melhor indicador da verdade do que a Palavra de Deus? Jesus disse ao Pai: "A tua palavra é a verdade" (João 17:17b). Salmo 119 diz: "Tua lei é a verdade" (v. 142b) e "A tua palavra é verdade" (v. 160a). Para realmente adorar a Deus, devemos entender quem Ele é e o que fez, e a Bíblia é o único lugar onde Ele completamente Se revelou.

A adoração é uma expressão de louvor das profundezas de nosso coração para com um Deus que é compreendido através da Sua Palavra. Se não tivermos a verdade da Bíblia, não conhecemos a Deus e não podemos realmente adorá-lo. Já que as ações externas são secundárias no culto cristão, não há nenhuma regra sobre se devemos sentar, levantar, cair, ficar quieto ou cantar louvores em voz alta enquanto na adoração corporativa. Estas coisas devem ser decididas com base na natureza da congregação. A coisa mais importante é que adoremos a Deus em espírito (em nossos corações) e em verdade (em nossas mentes.).


Fonte: App; Got Questions?org

Cooperação de nosso irmão Jonas Moreno, Ministro de Musica da IPB Ibura Recife - Pe

Josias Sillva
Javé Nissi
Adoração Raiz do Caráter de Deus

Salmos 62. 11 Mais de uma vez tenho ouvido Deus dizer que o poder é dele 12 e o amor, também. Tu, ó Senhor, recompensas cada um de acordo com o que faz.

Outras referências:
Jó 34:11; Pv 24:12; Jr 32:19; Ez 7:27; Ez 33:20; Mt 16:27; Rm 2:6; 2Co 5:10; Ef 6:8; Cl 3:25; 1Pe 1:17; Ap 22:12; [Rm 14:12]; [1Co 3:8]; [Gl 6:5]; [Ap 2:23]; [Ap 20:12];

Deus nos mostra neste texto que ele é poderoso e o detentor do amor, quantas vezes lemos a sua Palavra e passamos desapercebidos desta verdade, isso porque lemos sem meditar nesta verdade. Pois quando começamos a olhar com os olhos espirituais a Verdade Revelada na Palavra de Deus, começa-se a cair as escamas de nossos olhos. Os discípulos são exemplos, andavam com Jesus e em muitos momentos não entendiam a mensagem do Messias.

14. Os discípulos haviam esquecido de levar pão e só tinham um pão no barco.
15 Jesus chamou a atenção deles, dizendo: — Fiquem alertas e tomem cuidado com o fermento dos fariseus e com o fermento de Herodes! (Mt 16:6; Lc 12:1;)
16. Aí os discípulos começaram a dizer uns aos outros: — Ele está dizendo isso porque não temos pão.
17 Jesus ouviu o que eles estavam dizendo e perguntou: —Por que vocês estão discutindo por não terem pão? Vocês não sabem e não entendem o que eu disse? Por que são tão duros para entender as coisas? (Mc 6:52;)
18. vocês têm olhos e não enxergam? Têm ouvidos e não escutam? Não lembram
19. dos cinco pães que eu parti para cinco mil pessoas? Quantos cestos cheios de pedaços vocês recolheram? Eles responderam: —Doze. (Mt 14:17; Mt 14:20; Mc 6:38; Lc 9:13; Jo 6:9;)
20. Jesus perguntou outra vez: — E, quando eu parti os sete pães para quatro mil pessoas, quantos cestos cheios de pedaços vocês recolheram? Eles responderam: — Sete. (Mt 15:36-37;)
21. Então Jesus perguntou: — Será que vocês ainda não entendem?

Lendo este texto de Marcos, no v16 e 17 me deu uma vontade de rir, porque fiquei imaginando a cena, Jesus falando de uma coisa e eles discutindo de algo que não tinha nada haver. Me fez lembrar da época de infância, acredito quem já passou por isso vai se ver na cena também (lembro de quando meus pais me mandavam comprar algum produto no mercado e eu comprava outro, claro, quando chegava em casa eles me faziam voltar para pegar o produto certo). É mais ou menos isso, Jesus fala uma coisa e os discípulos entendem outa. Mesmo assim somos nós, muitas vezes ouvimos sermões e temos ele como uma verdade, e não analisamos tudo aquilo que é falado ou ensinado, o nosso dever como cristãos é de meditar na palavra de Deus e ver se realmente é aquilo que está escrito, se realmente é verdadeiro aquele ensinamento, lemos a Palavra de Deus e não meditamos nela, assim como Ele nos exorta medita nela dia e noite. Salmos 1. 2 Pelo contrário, o prazer deles está na lei do SENHOR, e nessa lei eles meditam dia e noite. (Dt 6:6; Dt 17:19; Js 1:8; Sl 119:1;). E com isso vem surgindo “ministros” “ministérios” sem fundamentos bíblicos, e andam escravizando um povo sem conhecimento da Verdade Revelada Jesus Cristo.

Quando entendemos que a adoração, ela deve ser de acordo com o caráter de Deus, adoração santa, perfeita, sem macula... Deus recebe como um cheiro suave.

Gênesis 8:20,21 Depois Noé construiu um altar dedicado ao Senhor e, tomando alguns animais e aves puros, ofereceu-os como holocausto, queimando-os sobre o altar.
O Senhor sentiu o aroma agradável e disse a si mesmo: "Nunca mais amaldiçoarei a terra por causa do homem, pois o seu coração é inteiramente inclinado para o mal desde a infância. E nunca mais destruirei todos os seres vivos como fiz desta vez.
Gênesis 8:20,21

Quando entendemos que o poder é Dele, a adoração que o oferecemos muda completamente o sentido, o rumo que estávamos dando a ela, rumos que não estavam baseados em sua Verdade, em seu caráter em suas virtudes. Quando não conhecemos a Deus, tentamos o adorar com nossos métodos e modelos, os quais desagradam a Ele.

Quando entendemos que o seu amor foi imenso, um amor que não conseguimos descrever, a adoração que lhe oferecemos muda de sentido, de perspectiva, de soberbas e palavras vãs.

Quando entendo o seu amor, o desejo que nos vem é simplesmente agradecer, exaltar, glorifica-lo, pois, entendermos que é Ele quem nos conduz. O Senhor conduza os seus corações ao amor de Deus e à perseverança de Cristo. 2 Tessalonicenses 3:5

A adoração é sempre uma resposta à iniciativa de Deus e, ao mesmo tempo, tem o propósito de ser uma interação entre a criatura e o Criador. A adoração não se trata apenas do que eu proporciono a Deus, mas o que motiva Deus a olhar para o adorador. É o intuito do seu coração, pois ele deve ser um coração que se entrega totalmente ao seu Criador. Salmos 51. 17 "Ó Deus, o meu sacrifício é um espírito humilde; tu não rejeitarás um coração humilde e arrependido."


Que o amor de Deus sempre nos conduza a uma verdadeira adoração.
Josias Sillva

Javé Nissi